Dom Orani Tempesta: “No regional Leste 1 da CNBB a Igreja é muito próxima aos mais pobres”

Num contexto de muitas dificuldades pelas quais passam o Estado do Rio de Janeiro, como as dificuldades econômicas e a violência, o arcebispo da arquidiocese do Rio de Janeiro e presidente do Regional Leste 1, dom Orani Tempesta afirma que há uma vitalidade na vida da Igreja.

A caminhada da Igreja no regional, segundo o religioso, se caracteriza por estar muito próxima do povo, especialmente dos mais pobres, não apenas com ações assistenciais mas também com reivindicação de transformações sociais.

Um dos elementos que dom Orani destaca da caminhada no regional Leste 1 é a unidade do episcopado. Segundo ele, o regional tem feito vários pronunciamentos referentes à realidade do Estado do Rio de Janeiro mas também nacionais.

O arcebispo destaca também as reuniões com os coordenadores de pastoral e movimentos que permitem ver o trabalho conjunto e ainda as reuniões que vem desenvolvendo, pelo terceiro ano consecutivo, com administradores e juristas das dioceses. “Nestas compartilhamos problemas e soluções”, disse.

“Creio que tanto nas questões administrativa, jurídica, pastoral e na fraternidade episcopal, com o trabalho com os leigos e leigas nas várias comissões e pastorais, temos avançado no rumo à comunhão”, avalia.

O religioso informou que no próximo fim de semana haverá a Assembleia do Regional Leste 1, ocasião na qual avaliarão a caminhada deste ano e também se prepararão para aprofundar o tema das políticas públicas e planejar a Campanha da Fraternidade 2019. Um outro aspecto a ser aprofundado, segundo dom Orani, é como será a relação da Igreja no Estado diante dos novos governantes tanto no Executivo como no Legislativo. “Conversaremos sobre estas questões e vamos traçar passos”, ressaltou.