Fortalecer as Pastorais Sociais é um dos eixos centrais do Regional Oeste 1 para 2019

O fortalecimento das Pastorais Sociais é um dos eixos centrais das atividades de 2019 do Regional Oeste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compreende todo o Mato Grosso do Sul. A Campanha da Fraternidade 2019, que tem como tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e lema “Serás libertado pelo direito e pela Justiça” e o mês Missionário Extraordinário também estão na linha de trabalho.

Além disso, uma das possibilidades levantadas pelo presidente, que é Arcebispo de Campo Grande (MS), dom Dimas Lara Barbosa, é a realização da revisão do estatuto do Regional, aproveitando que 2019 é ano de eleição da nova presidência.

“Nessa reunião do Conselho Permanente, em Brasília, eu creio que encontrei luzes interessantes, uma vez que um dos regionais teve seu estatuto modificado e aprovado e eu acredito que isso seja um bom começo para nós estarmos revendo nosso estatuto. Já faz algum tempo que nós estamos nos perguntando sobre isso”, afirmou dom Dimas.

56ª Assembleia Geral do Povo de Deus Regional Oeste 1

Em outubro de 2018, o regional realizou sua 56ª Assembleia Geral do Povo de Deus, que refletiu a temática: “A Igreja e as Pastorais Sociais”, seguindo uma das cinco urgências: ‘Igreja a serviço da vida plena para todos’, que faz parte das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, que trouxeram as orientações pastorais do quadriênio 2015-2019.

“Nós trabalhamos sobre a nossa realidade e como nós podemos estar fortalecendo as pastorais sociais. Esse foi o foco principal da assembleia”.

Outro destaque do regional neste 2018, foi a parceria feita com a Universidade Católica Dom Bosco, que a partir 201, vai assumir o Instituto Teológico São João Paulo II, que faz a formação de Teologia dos seminaristas da região. Além de uma benção apostólica enviada pelo papa Francisco para as dioceses de Mato Grosso (MS) em agradecimento a manifestação de solidariedade diante de tantas difamações e ofensas dirigidas ao Papa e ao seu Magistério. O documento foi elaborado durante o IV Congresso Missionário do Regional Oeste 1, realizado em Naviraí, em setembro.

Para 2019, o Regional vai se voltar para a recuperação das suas bases e, principalmente, a identificação das forças com as quais poderá contar.

“Nós queremos repensar de que maneira o regional enquanto instância de articulação de serviço pode estar fortalecendo as dioceses na sua prática pastoral local, mas também na comunhão entre os bispos”, ressalta dom Dimas.